O Grupamento

    O Grupamento Aeromóvel – GAM foi criado conforme publicação em BOL PM nº 053 de 20 de março de 2002 e ativado em 21 de março de 2002, por determinação do então Comandante Geral, CEL PM Wilton Soares Ribeiro, com o nome Grupamento Aéreo e Marítimo. Sua criação foi ratificada pelo Decreto Estadual nº 35.145 de 07 de abril de 2004 e seu primeiro Comandante foi o CEL PM Claudecir Ribeiro da Silva.

  O GAM possuía até o ano de 2009, 08 embarcações e 03 esquilos AS350 e 02 aviões sendo 01 PA 31 NAVAJO e 01 B 58 BARON e era composto operacionalmente por três Núcleos: Núcleo de Policiamento Marítimo (NPM), o qual possuía a missão prioritária de intensificar cada vez mais o patrulhamento na Baía de Guanabara, objetivando impedir que... Saiba mais...


Missão


    O GAM tem por missão a execução do radiopatrulhamento aéreo, das operações aéreas policiais especiais e de resgate, de acordo com as missões institucionais da Polícia Militar e do Comando de Operações Especiais da Corporação.

    Podendo ainda coordenar e orientar as unidades em terra, além do apoio aos Órgãos Ambientais e atuar na Defesa Civil, em casos de calamidade pública quando determinado pelo Governador do Estado.


A Fênix

    O Mito da Fênix remonta ao antigo Egito, sendo depois transmitido para os gregos e outras civilizações.

   Entre os egípcios, esta ave era conhecida como Bennu, porém ambas eram associadas ao culto do Deus-Sol, chamado Rá  no Egito. Ao morrer, este pássaro era devorado pelas chamas, ressurgindo delas uma nova Fênix, a qual juntava as cinzas de seu progenitor e, compassivamente, as conduzia ao altar do deus solar. 

    Ao cabo de cada ciclo existencial, a ave sente a proximidade da morte, prepara uma fogueira funerária com ramos de canela, sálvia e mirra, e automaticamente se auto-incendeiaSaiba mais...


Diretrizes Gerais do Comandante-Geral

 PRINCÍPIOS E VALORES  
1) Hierarquia e disciplina; 
2) Preservação da vida e dignidade humana; 
3) Respeito ao interesse público, ao policial e ao cidadão; 
4)Profissionalismo com reconhecimento do mérito e transparência.

 MISSÃO  
Promover a segurança cidadã, servindo e protegendo a sociedade no Estado do Rio de Janeiro.

 VISÃO 2018  
Implantar a polícia de proximidade em todo o Estado do Rio de Janeiro, sendo referência mundial no planejamento e gestão desta atividade até 2018.